Rock e Roll: desconheço-os.

É clichê o NME chamar, periodicamente, uma banda de salvação do rock. Mais clichê ainda é falar mal disso. Os dois clichês, porém, refletem uma realidade: o rock está moribundo há anos. Junto com o pop, o rock é o estilo musical mais sem-vergonha.

É só o que eu acho, simples assim. Ninguém precisa se ofender e tomar as dores dos ridículos repetidores Franz Ferdinand, dos fedorentos Strokes ou dessas outras bandas que já estão mais por cima. Não ouço mais rock e pronto. Ouvi muito, não nego. Hoje, as coisas mais próximas disso que eu escuto são Bella Morte (banda além da música por questões pessoais), Slayer (SLAYER) e Bauhaus (experimentalismo e obscuridão e protoglam acima do gênero rock a que pertence). The Cure é pop. Smiths, que não tenho escutado mas gosto, é pop. Nine Inch Nails acabou (virou rock total).

Fiquemos por aqui, para esse post fúnebre. Pra escrever sobre o que eu escuto, um post de rock não serve.

Anúncios
Explore posts in the same categories: música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: