Ahhh, Itália…

A Itália não é só Pavarotti, Prozac+, Eros Ramazotti e Laura Pausini (cuja única qualidade é o nariz), é também o berço do glorioso Império Romano.

E existem incontáveis grupos musicais europeus que fazem música exaltando esse passado. Há tantos outros que gostam do paganismo germânico ou nórdico, além de uma variedade de coisas ocultas. O post, no entanto, privilegia grupos italianos, e não necessariamente os “imperiais”.

Isso porque ontem eu baixei IANVA (lemos ianua). Já conhecia outras bandas – que estão listadas e linkadas no final do post – mas a febre pegou mais agora.

E pegou com as bandas que fazem uma música que mais se aproxima da noção de música que as pessoas têm. Violão, guitarra, acordeão, piano, cordas, trompete, flauta… e IANVA, principalmente, com uma pilha de música de cabaré, tradicional, como se fosse feito em outra época (e neguinho ouvindo essas bandinhas de rock de hoje, que tentam soar velhas). Nunca gostei desse tipo de música, a 1ª e a 2ª guerras (é?) só me agradavam visualmente, nunca musicalmente (aqueles lances Lili Marlene e tal). Essas bandas de que falo até nem são muito Lili Marlene, mesmo porque são italianas, não alemãs, mas acho que é meio que o mesmo esquema. Sou ignorante, posso estar falando uma merda grande. Azar, não elimina o fato de eu saber o que quero significar eheheheh.

Canções que exaltam a bela Itália que sobreviveu às guerras, que tem um passado que vale mais ser lembrado do que o nosso, por exemplo.

Eu não sei do que estou falando, o negócio é escutar pra entender. Ou só escutar. Ou só ler. Outras bandas italianas:

Varunna. Violões debulhando e assobios. Infelizmente não tenho o myspace, mas é uma das melhores. O site dá uma idéia do que eu escrevi nos parágrafos acima.

Calle Della Morte. Mais cabarezenta e até pop. Vinho, martini. Meta Settembre é boa pedida.

Rose Rovine & Amanti. Rosas, ruínas e amantes. Belíssimas canções. Background cristão (coisas que acontecem). Um grupo que se opõe à traição, à covardia, à falsa Europa e à ditadura do relativismo. Luta pela honra, amizade profunda, arte e beleza. Das músicas disponíveis no myspace destaco Soldato Cristiano, mas há melhores.

Inner Glory. Mais violões pegados.

Der Feuerkreiner. Nome e letras em alemão, mas é italiana. Essa já é outra pilha, bombástica.

Enjoy.

Anúncios
Explore posts in the same categories: música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: