Momentos de terror doméstico

Há anos as formigas invadiram o apartamento onde moro com minha família. A cozinha, em especial, é o território delas, pequenas e velozes, de uma cor que não sei qual é. No banheiro, porém, vive outro tipo, as médias e resistentes vermelhas.

As pequenas resolveram, pro meu horror, circular aqui pela salinha do computador. O bizarro é que as que andam por aqui são ainda mais ágeis. As que eu vejo, eu mato. As vermelhas do banheiro transitam livremente entre o quarto dos meus pais, o corredor e a salinha. Volta e meia surgem legiões delas, que são massacradas por mim, com veneno e com um rolinho de madeira. É preciso ouvi-las estalar, caso contrário elas apenas se retorcem e depois tornam à forma original e retomam as atividades.

Com o frio que andava fazendo as vermelhas andavam recolhidas por dentro das paredes e marcos de porta. Essa semana fez calor. Por volta de meio-dia minha irmã estava no computador, quando avistou uma vermelha. Já com raiva, me apresentei. Quando fui dar cabo da putinha, percebi que algumas mais estavam na parede; com certa dificuldade vi que MUITAS delas circulavam camufladas no chão (o vermelho delas é duro de visualizar sobre o marrom do parquê). Olhei pra cima, vi 3 passeando no teto, esbravejei “vocês são as próximas” e vi umas saindo do marco da porta, no alto. Putamerda. Meti o rolinho de madeira nelas e fui matar mais no chão. Qual não é a minha surpresa quando volto a olhar pra cima e vejo DEZENAS de formigas BROTANDO do marco da porta. Eram tantas que as primeiras a saírem começavam a cair no chão, lá de cima. Enquanto isso, atrás da porta, outras dezenas riam. Descarregamos uma chuva de veneno, deixando o chão preto de tanta formiga. Absurdo. Escorria veneno pela porta e pela parede. Depois da crise, fui observar o foco principal, acima da porta: além dos infinitos cadáveres, vi uns 20 ovos, que esperavam a hora de eclodir.

Cogitei incinerar os cadáveres e os ovos, pra ficar mais dramático, mas acabei não fazendo. Desgraçadas.

Anúncios
Explore posts in the same categories: cotidiano

6 Comentários em “Momentos de terror doméstico”

  1. tiago Says:

    eu acho o seguinte: antes um milhão de formigas do que tão somente uma, grotesca, audaciosa, arrogante, petulante, ágil, insidiosa, vil, soez, repulsiva barata.

  2. Dora Says:

    formiga e barata é uma merda. kill ‘em all.

  3. felipeta Says:

    sim! espécies inferiores na minha casa: morte.

  4. Verde Says:

    O que você tem contra as formigas? Animais simpáticos, cabeçudos, servem de comida a tamanduás. As pêras são muito piores, olha só:

    http://gare7.org/itapetininga/historia/casualidade

  5. felipeta Says:

    essa subespécie invadiu minha casa, é simples eheheh
    pêra ainda dá pra comer e achar bom, pelo menos.

  6. Deusa Says:

    Precia um filme de terror escutei um barulho ebulindo não sabia o que era ví que tinha formiga
    coloquei um aerosol, começou a sair muitas formigas do buraquinho de prego que tinha na porta fiquei desesperada tiramos e porta e começamos a bater e ouvir e elas fazendo aquele barulho terrivel, tiramos a porta levamos para a rua batemos o martelo e colocamos fogo para matar mas com isso parece q ficaram mais loucas e correram desesperadas com medo da morte tacamos fogo na porta mas não adiantou espera ai…………..paaaaaa
    pronto matei mas uma mas parece q tao andando pelas minhas pertas e nao aguento mais ja to parecendo o professor aloprado todo inchado de picadas desse pequeno inseto maldito
    ma nao adianta tem em toda parte essas malucas lerda minha cassa ta parecendo aquele filme Joe e as FORMIGAS que merda naum posso nem escrever q essas pestes estao entrando no meu ouvido por toda parte que mer tem uma no moni…………….


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: