A ética da pirataria

O caderno de cultura da Zero Hora de hoje traz uma reportagem sobre pirataria. Não pretendo discutir sobre isso, eu baixo disco, série e (em menor quantidade) filme. A minha única compra no camelô foi o Tropa de Elite, mesmo porque o que eu gosto camelô nem sabe que existe.

Só vim falar mal da questão Radiohead, tão superficialmente tratada pelos caras na reportagem.

As pessoas pagariam se alguns softwares, músicas e filmes não custassem tão caro?

Esta afirmação freqüentemente é taxada de sofisma, mas algumas evidências levam a crer que as pessoas estariam dispostas a pagar se o preço fosse mais razoável. Um exemplo isolado é o mais recente disco da banda inglesa Radiohead. O grupo – gozando de um status diferenciado em relação à maioria dos outros artistas, já que tem uma carreira consolidada – resolveu abrir mão de gravadoras e lançar seu disco na internet. Além disso, ofereceu aos fãs a opção de pagar pelo disco a quantia que desejassem. O resultado foi que a banda faturou cerca de US$ 10 milhões.

Esse negócio nada tem a ver com preço de cd, com pirataria, com baixar disco da internet, ora. Isso aí é pura e simplesmente uma maximização do fetiche consumista que o público tem frente a uma banda cool alternativa.

Anúncios
Explore posts in the same categories: comportamento, cultura, internet

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “A ética da pirataria”


  1. Toda a reportagem é uma bela amostra do que é esse esgoto jornalistico portoalegrense.

  2. felipeta Says:

    eheheheheh.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: