Australian Open 2008

anaivanovic1181296557_extras_albumes_0.jpg
sharapova22.jpg
domachowska_duze.jpg camille-pin.jpg
vaidisova26.jpg

O maior atrativo do blog: as tenistas. Brasileiros, poloneses, israelenses, franceses, italianos, todos as querem (ou pelo menos chegam aqui buscando por elas). Não tenho muito como fugir do tema, se não quiser me manter muito distante daqui, afinal de contas – como já mencionei – estou há mais de 10 dias acompanhando o primeiro Grand Slam da temporada 2008.

As partidas, nessa fase semifinal, estão começando (à noite, no horário brasileiro) a partir da meia-noite e meia, se estendendo hora do lobisomem adentro. E ainda temos as partidas que começam às 6 e meia da matina. Morfeu chora. Dormir durante a tarde, prerrogativa do vagabundo, não resolve; chegam as 2 da madrugada, já estou acabado.

Porém compensa. Bom tênis, boas garotas (que ninguém é de ferro), bons comentários (Marco Antonio Rodrigues e Paulo Cleto dominam a várzea). Do lado masculino temos um negão francês saído do nada, que hoje de manhã passou por cima do Rafael Nadal, atual número 2 do mundo, depois de ter derrotado outros 2 tenistas do top 10 da ATP, além do 14. Jo-Wilfried Tsonga é o nome dele, e provavelmente vai pegar o Federer na final, se este não perder pro sérvio Djokovic (#3) (a partida entre esses dois deve ir ao ar na manhã dessa sexta, na ESPN) .

Do lado feminino a final já está montada: Maria Sharapova (#5) e Ana Ivanovic (#4). Não consegui acompanhar com afinco as partidas da Ivanovic (nhai), mas ela eliminou a Venus Williams (#8), que é americana e por isso mereceu (na foto do site da WTA a Venus parece a Beyoncé. Mas ela não parece a Beyoncé). E a Sharapova – ah, a Sharapova… – começou destruindo e distribuindo pneus (quando um set é ganho por 6 games a 0). Com menos peso e sem lesão no ombro, ela chegou pra ganhar o Grand Slam. Prova disso foi a vitória de 2 a 0 sobre a número 1 Justine Henin, que simplesmente não jogou nada e tomou um pneu no segundo set, enquanto a Sharapova jogou pra caralho, sentando o braço e, inacreditavelmente, não sentando o braço quando não era necessário. Tá perdoada.

A final feminina, o duelo de musas, o momento em que duas pessoas estarão de viseira sem parecer (ou parecerem? careço nessas concordâncias) ridículas, rola na madrugada de sexta para sábado, acho que à 0:30.

Anúncios
Explore posts in the same categories: esporte, garotas, tv

Tags: ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: