No programa para torrent da minha escolha…

Na falta do que escrever, abro minha lista de torrents. A maioria ainda por iniciar o download – mais como um lembrete do que um dia eu “preciso” ver – alguns já completos e um único em andamento lento. Detalhes a seguir:

Hardcore Collection – the films of Richard Kern (1984-1993)

Todo o indie que se preza sabe quem é o fotógrafo Richard Kern. Supondo que todo indie que se preze ouve Sonic Youth. Já fui indie, já ouvi Sonic Youth, conheço Richard Kern. Hoje dão a bunda pro Terry Richardson, mas se não deram pro RK, são posers. Eu não dei pra nenhum. Richard Kern é um expoente do cinema de trangressão dos anos 80, ao lado do Nick Zedd. Putaria ao som de no wave. Ainda me pergunto por que exatamente baixei. Tá completinho aqui. Porém eu sei porque baixei: consumismo. Na época que eu tava nessas, Richard Kern era novidade, minha inocência artística estava só começando a ser varrida do mapa, tudo era cobiçável; só que era foda possuir as coisas, só vendo fotinho nos livros da Taschen mesmo eheheh. Enfim, apareceram os filminhos, catei…

+++++

Titicut Follies

Uma pérola que descobri no Subterranean Cinema. Documentário de 1967 banido nos Estados Unidos, mostra os horrores vividos por internos de um hospício em Massachusetts. Cru, real, perturbador, segundo minhas leituras. Baixadinho, mas ainda não conferi.

+++++

Sick: the life & death of Bob Flanagan, Supermasochist

O já citado Bob Flanagan. Sua vida, sua morte, e todas as atrocidades a que deve ter se submetido no caminho entre as duas. Nunca começou o download, tá ali perdido no meio das coisas.

+++++

Untold Story e Ebola Syndrome

Duas obras de Herman Yau, destaques da desagradável Categoria III do cinema de Hong Kong. Segundo consta, gore ao extremo, putaria escrota, toques de comédia idiota (não sei se voluntária ou involuntária). Aguardando para serem baixados, mas sem previsões.

+++++

Stalker

Apenas uma das obras-primas do Tarkovsky. Legendado em português. Na lista de espera, porque já vi e porque é um arquivo grande.

+++++

Greaser’s Palace

Uma comédia absurda dos anos 70 escrita e dirigida pelo pai do Robert Downey Jr, o Downey Sr. Alguma espécie de alegoria cristã, não sei ao certo. Não lembro onde descobri esse. E também está esperando para ser baixado.

+++++

Jim van Bebber

Download que nunca começou. Jim van Bebber é um bêbado que fez uns clipes do Skinny Puppy, entre outras bandas. Uns anos atrás, fez um filme sobre a família Manson. Não lembro o que tem nesse arquivo (devem ser curtas), mas sei que é cult trash.

+++++

School of the Holy Beast

Norifumi Suzuki é um bamba do sexploitation japonês. Essa é uma das principais películas do subgênero da nunsploitation. Cheguei nesse filme porque o namorado da minha irmã me passou o Female Yakuza Tale – continuação de um outro filme do Suzuki (Sex & fury). Baseando-me no FYT, imagino que seja putaria soft, violência trash absurda, comédia boba. Na lista de espera.

+++++

Philip Glass – Einstein on a beach

A primeira ópera dele. Faz um tempinho que não escuto, mas a repetitividade minimalista do Glass sempre é massa.

+++++

O porteiro da noite (The night porter, 1974)

Um filme que tem nazismo e sadomasoquismo. Caso encerrado.

+++++

O mensageiro do diabo (Night of the hunter, 1955)

LOVE numa mão, HATE na outra. Robert Mitchum toca o horror numa família de fazendeiros para descolar uma grana preta. Faz anos que quero ver esse filme. Qualquer hora encaminho o download.

+++++

Os demônios (The devils, 1971)

Do mesmo diretor do psicodélico e bizarro Viagens alucinantes (Altered States, 1980), Ken Russell. Ele também fez o Tommy, a ópera-rock do The Who. Em 1969, ele meteu um nu frontal masculino num filme: é maldito. Os demônios é baseado n’Os demônios de Loudun, do Huxley (não li), e é execrado por um monte de frescos. A Warner, inclusive – diz a wikipédia – se recusa a lançar o filme na versão sem cortes. Impossível ser ruim. Na direção de arte estava o Derek Jarman, que era uma bicha MUITO artista que dirigiu os principais clipes dos Smiths. Great success.

+++++

Heavy Metal (1977-2007)

Todas as edições da revista ilustrada adulta de fantasia e ficção científica. Nunca fui um leitor ávido de Heavy Metal (tenho duas edições do começo dos anos 90), mas conheço um pouco de Moebius (mestre absoluto da hachura e das historinhas sem texto), Milo Manara, Enki Bilal, Ranxerox, Druuna. Arte de cair a casa. Andamento lento, lentíssimo, são 11GB de revistas. Já li as as duas primeiras; a terceira já está baixada. São 30 anos de download e leitura, requer tempo.

Anúncios
Explore posts in the same categories: arte, filmes, música

5 Comentários em “No programa para torrent da minha escolha…”

  1. julinha Says:

    nada a ver com o post…
    eu vejo o teu blog em 3d, juro
    as letras em cinza ficam pra trás, as em laranja, vermelho, sei lá, na frente
    tu também vê??
    genial!

  2. felipeta Says:

    demenciou.

  3. tiago Says:

    bah… me interessei por essas putarias ae. principalmente as japonesas uhuhuhuhu
    por outro lado, temo a bizarrice. temo ver e não me recuperar a contento ueuheuehuehuhe

  4. Pellizzari Says:

    Bah, assiste de uma vez ao School of the Holy Beast (se é que já não assistiu).

    Absolutamente sensacional.

  5. felipeta Says:

    sendo assim, encaminharei o download.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: