Hardcore

Desde fevereiro está aqui no meu computador Hardcore, filme de 79 do Paul Schrader. Esse cara é mais conhecido por ser roteirista do Scorsese (roteirizou Taxi Driver, Touro Indomável, A última tentação de Cristo…), embora tenha feito seus próprios filmitos.

Em Hardcore, o General Patton, George C. Scott, vive na sua pacata cidadezinha calvinista, no Michigan. Rezador, pai solteiro e protetor, se despede da filha, que vai pra Califórnia, para um desses encontros religiosos aí.

vlcsnap-221143.jpg

Dias depois, o pai recebe um telefonema: sua filha sumiu.

vlcsnap-222257.jpg

A filhotinha, tão jovem, perdida em Los Angeles e a polícia não resolve, mas sugere que o pai contrate um detetive particular. Ele contrata o Peter Boyle, que cobra caro e tem pinta de louco. A guria aparece, com o inconveniente de ser na projeção de um curta em 8mm, em que 2 malandrões de tanga tiram as tangas e fazem coisas nas quais a filha menor de idade de um calvinista do meio-oeste americano não deveria estar envolvida.

vlcsnap-224096.jpg

O velho definitivamente não curte. O detetive diz que é impossível rastrear um filminho desses, feito pra passar em cabines por 25 centávi, e que, se a guria se envolveu nesse esquema, o melhor é esquecer. Mas estamos falando do Patton, ele vai à luta com seus próprios meios: os óculos.

vlcsnap-224480.jpg

E toma um sacode de um parrudo.

vlcsnap-2253331.jpg

Caindo na real, ele arranja uns óculos mais apropriados.

vlcsnap-225598.jpg

Quando viu, já era um deles.

vlcsnap-2260271.jpg

Começa a catar um dos malandros do filme da filha, a caráter.

vlcsnap-226680.jpg

E encontra.

vlcsnap-227156.jpg

Aí ele descobre conexões, arranja uma puta pra acompanhá-lo e aprofundar as conexões, paga 100 pila pra ver um snuff, circula por casas de bondage. Só não vai parar em Tijuana porque as coisas se resolvem antes.

Eu gostei. Não é visualmente atrante como o 8mm(1999) do Joel Schumacher, nem tem a violência e a tensão, nem as conseqüências atormentadoras, mas é massa. A secura do cinema americano dos anos 70 me agrada o suficiente para eu não me sentir decepcionado. Afora o fato de Hardcore ter sido feito 20 anos antes. Seria injustiça minha dizer que nunca li nada falando desse filme quando 8mm foi lançado – porque não lembro nem pesquisei – mas que a originalidade do mais recente é uma piada, isso é.

Anúncios
Explore posts in the same categories: filmes

6 Comentários em “Hardcore”


  1. […] toda força que aciona prejudica na cidade do nada é assim. « Hardcore […]

  2. tiago Says:

    haahahaha! belo texto! a melhor frase, que fez o véio ir às gordas aqui:
    O velho definitivamente não curte.

  3. felipeta Says:

    ueaheauheaueahueahaeuaeheheh

  4. Dora Says:

    Acho q meu pai faria o mesmo por mim. Ultra-conservadores são esquisitos. Eles podem facilmente ir pro outro lado da moeda em questão de segundos, basta acontecer uma desgraça ou algo muito bom. Nada q é extremo é mto confiável anyways.


  5. […] filme de vingança. Em todo lugar fala-se da semelhança com Hardcore (1979), do Paul Schrader, qual seja: a filha de um homem some e é descoberta numa fita de putaria. […]


  6. […] filme de vingança. Em todo lugar fala-se da semelhança com Hardcore (1979), do Paul Schrader, qual seja: a filha de um homem some e é descoberta numa fita de putaria. […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: