V FANTASPOA – Machine Girl (2008)

Vamos falar a verdade, pessoal: filme ruinzinho. Só não é ruim de verdade porque é bem divertido, engraçado, dá pra rir. É ruinzinho pela expectativa, talvez. É melhor que o chato Exte, por exemplo, mas vai comparar com Tokyo Gore Police, que também está passando no Fantaspoa – e também competindo – e vai ver como Machine Girl é idiota, é mal feito.

Me falta arsenal teórico, mas tentemos juntos esse post.

Hype e gritaria excessivos para esse filme. Não consegui colocar no mesmo saco que TGP, como esperava que seria. Colocaria – com ousadia, mas colocaria – no mesmo saco de Praga Zombie (embora só conheça o trailer), que é feito em vídeo e é, eu espero, descaradamente trash e ridículo. Não se trata de ofensa, não pretendo ofender, minha abordagem que é diferente, decerto. Nem estou dizendo que a sensação japonesa é a mesma coisa ou pertence ao mesmo gênero que um filme trash de adoradores de gore e zumbis argentinos. Minha percepção/recepção é que foi a mesma. Claro, o Machine Girl tem muito mais apelo para mim, verei a continuação quando lançarem, verei os outros filmes dessa equipe (a saber Frankenstein Girl VS Vampire Girl e RoboGeisha) sem receio nenhum. Já filme trash de grupos de amigos não verei, não me interessa, não acho graça na brincadeira com referências clássicas nem nas “sacadas” causadas pela falta de recursos. Não é a minha.

O negócio é que Machine Girl tem inconsistências no roteiro, na história, que irritam um pouco. Se há inconsistências em TGP (e não estou dizendo que não há), são menores, ou em menor número, ou atropeladas pela DEMENSIDÃO geral do filme, não me incomodaram. Não sei explicar o que foi, achei bobo o jeito do filme. O apelo cômico é mais mangolão, mais trash, não sei. E os efeitos são piores, talvez piorados mais pela fotografia clara e limpa, sem grandes tratamentos (como um vídeo trash feito no quintal). E mesmo as demências são piores, mais fraquinhas. Agrada mais um bobo-alegre do que a mim. Desculpa, mas depois de ver TGP, não acho graça quando decepam uma mão ou uns dedos e esguicha muito sangue, afinal isso é o esperado. E nem precisaria ter visto TGP para não me estourar de rir com uma cena simples dessas. Pessoas GARGALHARAM na primeira cena em que uma mão é cortada fora. Nigga, please.

Mas, porra, para dar uma CONCRETIZADA em tudo, votei BOM para Machine Girl. É legal, diverte bem. A japa (gata) tem a arcada dentária superior numa rotação uns graus  à esquerda.

Para encerrar, tipo um endosso do próprio filme sobre si, sobre ser mal-feito: as meias que a machine girl usa no pôster não são as que ela usa no filme.

O trailer:

Explore posts in the same categories: cinema, FANTASPOA, filmes, vídeos

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “V FANTASPOA – Machine Girl (2008)”

  1. julia Says:

    “eu sou uma demônia! eu vou ser uma demônia até eu terminar essa história!” depois ela volta ao normal, diz ela. mas nem volta.


  2. […] o tempo (embora eu não tenha revisto), a medida que eu vejo outros filmes japoneses dessa linha. Machine girl foi assistido em seguida no 5º Fantaspoa, já aumentando o valor de TGP. Não vou repetir o que […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: