ANTICHRIST

Para fazer esse filme o Lars von Trier pesquisou misoginia, a mitologia do Mal e filmes de terror, segundo os créditos finais, e num período de profunda depressão.

O velho Lars começa mal intencionado, largando tipo um passo-a-passo do desespero, dizendo que quando dá merda o cara se fode sem contornar e é horrível. E que só piora.

Eu não tenho grandes leituras do filme, e lamento ter ido assistir sabendo o mínimo que soube, seja de história, seja de cenas. Nunca funciona com esse tipo de filme. Mas já era, para ver de novo sem saber de nada, só perdendo a memória. Infelizmente para outros eu larguei mínimos detalhes da película, então a experiência já vai maculada para eles também.

Fato é que a natureza é EVIL, mulher é EVIL, tudo é EVIL.

Não acho que as cenas são desnecessárias, é ridículo dizer isso. Se o filme não tivesse as cenas que tem, seria outro filme, ora. Não tem sentido dizer que uma cena está ali gratuitamente, só pra chocar, porque ela dá o tom do filme, faz parte dele. Peitos de fora em filmes do Jason é que são gratuitos, não acrescentam nem fariam falta se não existissem. Não gostou do filme? Tá no teu direito.

E digo mais, interpretando ou não, analisando intelectualoidemente ou não, entendendo ou não, eu me satisfaço com coisas desse tipo:

antichrist2QqoL-Uma cena que se forma: uma mulher louca mutilada, um veado que circulava com um filhote pendurado no cu, uma raposa falante com uma sineta no pescoço e uma gralha maldita. Lars von Trier got it covered, everybody, we can go home now.

Anúncios
Explore posts in the same categories: arte, cinema, filmes

2 Comentários em “ANTICHRIST”

  1. brunobonfante Says:

    Cara, confesso que estou louco para ver o filme. Li algumas críticas interessantes, mas fiquei mais entusiasmado quando vi que algumas mulheres estavam bravinhas porque, para elas, o filme dava a entender que as mulheres mereciam mesmo ser queimadas na fogueira. Pelo jeito muita gente não gostou…parece que esse é o filme mais misógino de Lars Von Trier. Parece que o personagem principal, certa hora, diz o seguinte: “Uma mulher que chora é uma mulher traiçoeira. Falsa nas pernas, falsa nas coxas. Falsa nos peitos, dentes, cabelos e olhos”.

    • felipe Says:

      sim! essa fala é um grande momento do filme.
      admito que esperava muito mais do filme, então ficou uma ponta de decepção, mas ainda gostei.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: