Projeto Herzog: The flying doctors of East Africa (1969)

<antes: Projeto Herzog: Precautions against fanatics

Die Fliegenden Ärzte von Ostafrika é um documentário com temática africana, como os mais inteligentes já devem ter percebido.

É um filmito feito para a tv a pedido de amigos dos flying doctors, e não traz nada de mais. Claro, traz a carência tamanha de parte do continente africano, mas sob o ponto de vista “entretenimento herzogueano”, muito pouco. Se qualquer pessoa chegasse lá com uma câmera e um mínimo de interesse, saía o documentário. Não tem as interpretações características do alemão, nem aqueles momentos sublimes (na falta de uma palavra melhor. Vocabulário, não trabalhamos) que estamos acostumados a ver nos filmes dele. O mais atento pode dizer “ah, mas nos anteriores também não tem”. E estará certo, só que Flying doctors é Herzog a 2%, e os outros são mais que isso.

Porém alguns elementos se destacaram. Uma cena crua de um nenê morrendo na mão dos médicos, bem trash, algo que não costumamos ver nas obras do velho Werner. A luta inexplicável entre os Masai e a escadinha de um trailer. A dificuldade que o pessoal tem para se comunicar com as tribos. Esse último, o mais interessante. Não há barreira de idioma, é algo cognitivo. Os caras lá não COMPREENDEM, entre outras coisas, o desenho de um olho separado do corpo humano, em escala maior. São capazes de apontar um olho na carinha de um homem desenhado, mas um olho AVULSO não passa de um sol, ou de um peixe. Busca. Uma mosca desenhada maior como demonstração também não surte efeito. “Não temos moscas desse tamanho aqui, não há perigo”. Um desenho de cabeça para baixo ou para cima, para muitos, não tem diferença nenhuma.

Diz o narrador, que infelizmente não é o Herzog, ao final: Se queremos ajudar, precisamos recomeçar a aprender e a entender. Se essa base não for criada, nem houver melhora das condições sociais, o trabalho dos médicos voadores será nada mais que tratar sintomas diante de condições muito precárias, e pouca coisa mudará. Eu admito que pouco acompanho o que acontece na África, mas meu palpite é de que a situação por lá continua periclitante, 40 anos depois.

Masai VS escada. FIGHT!

Autoexplicativa, uma mulher mostrando um peixe. Digo, um olho.

Oi, estamos desconfortáveis com a câmera, vamos ficar aqui alguns segundos, andando pra frente e pra trás, tentando nos encaixar no quadro, embora já estejamos. (Pure and unadulterated herzoguean moment)

VIVA HERZOG!

Projeto Herzog: Também os anões começaram pequenos: depois>
Explore posts in the same categories: filmes, Projeto Herzog

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

5 Comentários em “Projeto Herzog: The flying doctors of East Africa (1969)”


  1. […] força que aciona prejudica « Projeto Herzog: The flying doctors of East Africa (1969) Projeto Herzog: Handicapped future (1971) […]


  2. […] zukunft? é outro documentário feito a pedido de um amigo do Herzog. Assim sendo, funciona como o Flying doctors of East Africa, é um doc prático, objetivo, sem grandes reflexões além das que o tema suscita por si só. […]


  3. […] (1968) aka Signs of Life 06. Massnahmen gegen Fanatiker (1969) aka Precautions Against Fanatics 07. Fliegenden Ärzte von Ostafrika, Die (1969) (TV) aka The Flying Doctors of East Africa 08. Auch Zwerge haben klein angefangen (1970) aka Even Dwarfs Started Small 09. Behinderte Zukunft? […]

  4. Brunno Says:

    Por favor, onde consigo essa pérola?!?!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: