7º FANTASPOA – Transmissão

Adás. Filme húngaro. Não se sabe como, nem por quê, nem desde quando os aparelhos eletro-eletrônicos pararam de funcionar. Acompanhamos o cotidiano de uma família: 3 irmãos, um deles casado e com 2 filhas pequenas.

Para quem nunca viu na vida um filme menos comercial (daqueles em que o ritmo é lento, pouca coisa acontece, ou pelo menos fica essa impressão pelo fato de as coisas acontecerem como parte de um cotidiano que já existia há algum tempo e continuará existindo, havendo filme ou não), Transmissão vale. Para quem já viu vários, não tem nada de mais. Os aparelhos terem parado de funcionar é só um detalhe, muitos filmes mostram cotidianos e dramas familiares do mesmo jeito, e não precisam de nenhuma premissa “misteriosa”. Não importa muito, mesmo nesse, esse negócio da pane geral.

É claro que tem efeitos, como as pessoas comprarem e venderem baterias e pilhas, dependendo delas; como gente sumir e a solução basicamente ser colar fotos delas em uma parede, esperando que alguém reconheça a pessoa. Essas são conseqüências no roteiro e tal, obrigatoriedades da premissa. Nada que faça tanta diferença, reitero. Ou pelo menos eu achei isso.

O filme não é ruim, só não traz nada de novo para mim. A gente pode ver vários filmes desses e achar legal, porque geralmente não são uma porcaria mesmo.

Na sessão, presença gritante de casais que espero que terminem o relacionamento semana que vem. Parecia público de cinema de shopping, não consegui entender o que faziam lá. Gente que em poucos minutos já estava respirando (bufando) forte, de saco cheio porque “não acontecia nada” no filme; gente que ria de situações que claramente não pediam risadas. Esse tipo de filme é outra linguagem, ora, queiram ou não… não tem abertura para risadas. No máximo um sorriso. Mental. Mesmo o drama, o lado trágico dessas histórias, a gente recebe com um certo marasmo, tédio cotidiano, porque é assim que o filme é. Ou vai ver eu que viajei muito a minha vida toda com isso.

Não.

Um cara, no final, reclamou que “o trailer contou todo o filme!”.

Então, sim, eu estou certo, amigos.

Explore posts in the same categories: cinema, FANTASPOA, filmes

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: